quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Lenda da Papisa Joana- Wikipédia


Lenda da Papisa Joana

A lenda teve origem no final do século IX, mas outros situam o papado de Joana até dois séculos e meio antes, depois da morte do Papa Leão IV , coincidindo com uma época de crise e confusão na diocese de Roma. Segundo um cronista do século XIII , Joana ocupou o cargo durante dois ou três anos, entre o Papa Leão IV e o Papa Bento III (anos de 850 e 1100).

Versões

A história possui várias versões. Segundo alguns relatos, Joana teria sido uma jovem oriental que teria nascido com o possível nome de Giliberta , talvez de Constantinopla , que se fez passar por homem para escapar à proibição de estudar, que pesava sobre as mulheres. Extremamente culta, possuía formação em filosofia e teologia. Ao chegar a Roma, apresentou-se como um monge e surpreendeu os doutores da Igreja com sua sabedoria. Ela teria chegado ao papado após a morte do Papa Leão IV com o nome de João VIII. A mesma lenda conta que Joana tornou-se amante de um oficial da Guarda Suíça e ficou grávida.

Outra versão - a de Martinho de Opava- afirma que ela teria nascido na cidade de Mainz, na Alemanha, filha de um casal inglês que estava morando ali na época. Adulta, conheceu um monge, por quem se apaixonou. Ambos foram para a Grécia, onde passaram três anos e depois mudaram-se para Roma. Para evitar o escândalo que aquela relação poderia causar, Joana decidiu vestir roupas masculinas e assim passar por um monge chamado Johannes Angelicus. Ela teria entrado no mosteiro de São Martinho.

Joana conseguiu ser nomeada cardeal, quando teria ficado conhecida como João, o Inglês. Segundo as fontes, no dia 17 julho de 855, Leão IV faleceu. João, em virtude de sua notável inteligência, foi eleito Papa por unanimidade.

Apesar de ter sido fácil ocultar sua gravidez, devido às vestes folgadas dos Papas, terminou por sentir as dores do parto em meio a uma procissão numa rua estreita, entre o Coliseu de Roma e a Igreja de São Clemente, e deu à luz perante a multidão.

As versões também divergem sobre este ponto, mas todas coincidem em que a multidão reagiu com indignação por considerar que o trono de São Pedro havia sido profanado. Ela teria sido amarrada num cavalo e apedrejada até a morte.

Em outro relato, Joana teria morrido devido de complicações no parto, enquanto os cardeais se ajoelhavam, clamando: "Milagre, milagre!".

Fonte : Wikipedia

Deseja ler mais sobre esse assunto?

Wikipedia http://pt.wikipedia.org/wiki/Papisa_Joana

RecantoDasLetras http://recantodasletras.uol.com.br/artigos/468735

1 comentários:

janio Cesar disse...

Indico o pôlemico livro de Jeova Mendes para quem desejar ler mais sobre a vida dos papas.
Título: Os trinta papas q envergonharam a humanide.

18 de fevereiro de 2009 14:40

Postar um comentário