quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Revista Época- Edição 561

Fumar maconha em casa e na rua deveria ser legal? Legal no sentido de lícito e aceito socialmente, como álcool e tabaco? O debate sobre a legalização do uso pessoal da maconha não é novo. Mas mudaram seus defensores. Agora, não são hippies nem pop stars. São três ex-presidentes latino-americanos, de cabelos brancos e ex-professores universitários, que encabeçam uma comissão de 17 especialistas e personalidades: o sociólogo Fernando Henrique Cardoso, do Brasil, de 77 anos, e os economistas César Gaviria, da Colômbia, de 61 anos, e Ernesto Zedillo, do México, de 57 anos. Eles propõem que a política mundial de drogas seja revista. Começando pela maconha. Fumada em cigarros, conhecidos como “baseados”, ou inalada com cachimbos ou narguilés, a maconha é um entorpecente produzido a partir das plantas da espécie Cannabis sativa, cuja substância psicoativa – aquela que, na gíria, “dá barato” – se chama cientificamente tetraidrocanabinol, ou THC.

Fonte: Época

1 comentários:

Rato Jah disse...

Olá... este final de semana vai acontecer o MOVIMENTO PELA MARCHA, vários blogs do Brasil vão falar sobre um único tema. MARCHA DA MACONHA. Gostaríamos de ouvir sua opinião. Todos os posts serão colocados em uma lista e publicados no http://www.unzinho.com/blog no http://www.marchadamaconha.org/blog e parceiros.
Veja os detalhes da ação estão em http://unzinho.com/blog/2009/03/12/movimento-pela-marcha/

13 de março de 2009 12:39

Postar um comentário